PROGRAMAÇÃO

BRUNO MAZZEO EM SEXO, DROGAS E ROCK'N'ROLL

PALCO PETROBRAS PREMMIA

Qui às 21h

Plateia Central: R$ 100 | Plateia Lateral: R$100

Balcão Nobre: R$80 | Balcão: R$80*

Bruno Mazzeo estreia a temporada paulista de “Sexo, Drogas & Rock’n’Roll”, no Palco Petrobras Premmia, dia 05 de novembro, no Theatro Net São Paulo, na Vila Olímpia. Aclamado por crítica e público, o espetáculo fica em cartaz até 27 de novembro.

SOBRE O ESPETÁCULO

Um ator, seis personagens. Bruno Mazzeo estreou, no dia 31 de maio de 2013, no Teatro Leblon, o monólogo Sexo Drogas & Rock’n’Roll. Escrito pelo americano Eric Bogosian e dirigido por Victor Garcia Peralta, o monólogo surpreende ao analisar a sociedade através de uma visão irreverente e direta. Uma crítica ao sistema e sua coleção de hipócritas, cínicos, irresponsáveis, malucos e viciados, capturando a irrealidade frenética de uma cultura na qual a busca pelo poder, sucesso e dinheiro tornou-se mais uma droga. O espetáculo é uma co-produção de Bruno Mazzeo e Maria Siman/Primeira Página Produções.

Originalmente produzida nos anos 90, “Sexo, Drogas & Rock’ n’ roll”, foi destaque absoluto no circuito off-brodway e levou o prêmio Obie Awards, um dos mais importantes da categoria. Pela primeira vez no Brasil, a produção já passou por países como Estados Unidos, Argentina, Portugal, Itália e Polônia, onde sempre conquistou público e crítica. Por aqui, Bruno Mazzeo ganhou o prêmio de melhor ator da FITA – Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis.

Depois de dedicar os últimos anos ao cinema, Bruno Mazzeo, que passou quatro anos longe dos palcos, volta ao teatro em seu primeiro monólogo com um desafio: dar vida a seis homens muito diferentes, mas que ao mesmo tempo se completam. Sem qualquer caracterização, Bruno se transforma em um homeless, um Rock Star narcisista, um poderoso empresário musical, um artista em crise com a arte dentre outros personagens. 

Através de cada um deles, a peça destaca a forma com que o excesso e o exagero viraram tóxicos para a sociedade. Além disso, a produção, com narrativa ácida, passeia por diferentes níveis sociais, dialogando com o público através de uma mensagem crítica e reflexiva.

“Sexo, Drogas & Rock’ n’ Roll” ficou nove meses em cartaz no Rio de Janeiro e fez apresentações na FITA (Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis), no Festival de Curitiba e em Vitória/ES..

SOBRE BRUNO MAZZEO

Bruno Mazzeo começou sua carreira aos 13 anos escrevendo para a ‘Escolinha do Professor Raimundo’, na Globo. Depois vieram ‘Chico Total’, ‘Sai de Baixo’, ‘Vida Ao Vivo Show’ e a série ‘A Diarista’. Mas foi com ‘Cilada’, no Multishow, o primeiro seriado de dramaturgia da TV a cabo nacional, que ganhou destaque. O programa acabou migrando para o Fantástico, na TV Globo, onde, logo em seguida, Bruno também escreveu e protagonizou “Junto & Misturado”, eleito melhor seriado de 2010 pelo jornal O Globo. Além disso, atuou nas novelas “Beleza Pura” e “Cheias de Charme”.

No teatro, já atuou, produziu, escreveu e/ou dirigiu diversos espetáculos, como ‘Descontrole Remoto’, ‘Os Famosos Quem?’ e ‘Enfim, Nós’, que ficou cinco anos em cartaz.

No cinema, coleciona mais de 7 milhões de espectadores com as três comedias que produziu e atuou: “Muita Calma Nessa Hora”, “Cilada.com” e “E aí, comeu?”, além de integrar o elenco do recente “Vai Que Dá Certo”, ainda em cartaz. Logo depois da estreia de “Sexo, Drogas & Rock’n’Roll”, Mazzeo dará início às filmagens de “Muita Calma Nessa Hora II”.

SOBRE VICTOR GARCIA PERALTA

Victor Garcia Peralta se formou no Piccolo Teatro de Milano, na Itália. Na Argentina foi premiado com o Molière de Melhor Diretor pelo espetáculo Las Lágrimas Amargas de Petra Von Kant, de R.W. Fassbinder. Também foi premiado pelas versões em espanhol das peças Querido Mundo e Como Se Encher Um Biquini Selvagem, dos autores brasileiros Miguel Falabella e Maria Carmen Barbosa. Dos dois autores, dirigiu outras adaptações, como A Partilha, Síndromes e Submarino. No Brasil se consagrou pela direção de espetáculos elogiados como Felizes da Vida, de J.Langster, Não Sou Feliz Mas Tenho Marido, de V. Gomez Thorpe, Quartett, de H. Müller, Os Homens são de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou, de Monica Martelli_premiado com o Qualidade Brasil de Melhor Direção e  a versão feminina de Tudo Que Eu Queria Te Dizer, de Martha Medeiros, encenada pela atriz Ana Beatriz Nogueira. Nesse ano dirigiu o ator Emilio Orciollo Netto, na versão masculina das cartas de Martha Medeiros em Também Queria Te Dizer, que ficou cinco meses em cartaz no Midrash Centro Cultural.

SOBRE O PALCO PETROBRAS PREMMIA

No dia 2 de julho de 2012, Maria Bethânia subia ao palco do então recém-inaugurado Theatro Net Rio. Um dos palcos mais tradicionais do Rio de Janeiro, fundado por Tereza Rachel em 1971, cravado no coração de Copacabana, acabara de ser reaberto e rebatizado de Theatro Net Rio, mantendo o nome de sua fundadora na sala com capacidade para 623 pessoas. De lá pra cá o teatro recebeu grandes nomes do cenário musical brasileiro como Caetano Veloso, Gal Costa, Lenine, Ney Matogrosso, Ângela Maria, Cauby Peixoto, entre outros. A nova geração também marcou presença em diversos gêneros com nomes como Luiza Possi, Maria Gadú, Roberta Sá, entre outros. Desde a sua reabertura o Theatro NET Rio recebeu mais 111 shows e um público de cerca de 48.700 pessoas.

Em 2014 o palco de todas as artes apresenta o projeto Palco Petrobras Premmia. Com o programa de fidelidade, os clientes que abastecem nos postos Petrobras participantes, poderão acumular pontos que serão trocados por ingressos no Theatro NET Rio e Theatro NET São Paulo. Além disso, todos os funcionários da Petrobras terão direito a 50% de desconto na compra de até dois ingressos da programação, e os clientes do Cartão Petrobras terão 30% de desconto na compra de até 4 ingressos. 

 

Classificação: 14 anos

Duração: 60 min

--

* Venda exclusiva pelo sistema Ingresso Rápido. Evite constrangimentos, recuse terceiros | Direito à meia entrada: Menor ou igual à 21 anos; Idosos com 60 anos ou mais; Aposentados; Professor da rede pública municipal; Estudantes; Cliente Net (até 4 ingressos por sessão); Portador de Necessidades Especiais; Classe artística com DRT (até 1 ingresso por sessão).